Seguro cibernético: Alerta Laranja para sua empresa!

Seguro cibernético: Alerta Laranja para sua empresa!

Sua empresa está preparada para o impacto financeiro decorrente de um ataque cibernético?

A Clamapi Seguros Cibernéticos traz um panorama desse novo mundo para você entender os riscos envolvidos.

A Clamapi Seguro Cibernéticos, é a primeira corretora do Brasil especializada em seguro cibernético que além de oferecer o seguro, tem como diferencial ajudar seus clientes a pensar nas ações preventivas e corretivas mais adequadas para seu negócio.

Claudio Macedo Pinto, fundador da Clamapi Seguros Cibernéticos, explica os níveis dos riscos de ataques cibernéticos :vermelho significa risco extremamente elevado, laranja significa elevado risco de ataque, amarelo nível alto, azul nível de atenção e verde, que quer dizer baixo risco de ataques.

No cenário atual, as empresas brasileiras estão no nível laranja, mas a maioria dos executivos ainda acredita que está no nível verde.

Com a mudança do mundo atual, onde as empresas passaram autilizar a digitalização de documentos importantes eo uso de outras tecnologias para acessar seus dados, como por exemplo, smartphones,orisco antes somente associadoa ataques feitos por hackers, hoje engloba temas como espionagem com intuito comercial, diplomático ou militar. A maioria das empresas se preocupa com os ataques feitos por pessoas de fora, porém quase 40% dos ataques são provocados pelos próprios funcionários ou ex-funcionários, onde quase 50% dessas invasões são bem sucedidas por erro dos próprios funcionários.Ou seja, o principal meio de proteção das empresas atualmente está em antivírus e firewall,que são proteções para ataques externos, mas o maior perigo pode estar dentro de casa.

O sequestro de dados da empresa e de seus clientes, assim como informações estratégicas, perdas de propriedade intelectual e publicação de conteúdo sem controle são alguns dos itens considerados em uma apólice de seguro cibernético. Em relatório da Norton Security, só no Brasil, os prejuízos causados em 2017 foram cerca de US$ 22 bilhões, onde 62 milhões de usuários foram afetados. Mesmo não havendo divulgação dos ataques sofridos, a estimativa é de que houve um aumento de cerca de 300% em um ano no número de empresas afetadas. Só para se ter uma ideia, um hacker chega a ficar dentro de um sistema aproximadamente 201 dias sem ser percebido e leva-se 28 dias, em média, para se resolver um problema causado pela invasão ou após o ataque propriamente dito.

Diante de todas essas informações,vê-se a grande necessidade das empresas contratarem o seguro para riscos cibernéticos, o qual além de cobrir eventuais reclamações de clientes prejudicados devido ao vazamento de dados da sua empresa, cobre também despesas necessárias para corrigir e minimizar os prejuízos causados pelos ataques, além de pagamento de resgates, lucro cessante, entre outros prejuízos.

CURIOSIDADES SOBRE O MUNDO CIBERNÉTICO

  • 8,4 milhões de novos programas maliciosos foram descobertos em 2017 
  • 201 dias é o tempo médio que o hacker demora para ser descoberto pelas empresas 
  • 28 dias é o tempo médio que se leva para resolver um ataque
  • 60%dos ataques nas indústrias são por buscas de propriedade intelectual 
  • 60?s empresas brasileiras já estão infectadas 


Fonte: Revista Valor Financeiro

Quer saber Mais?

Fale Conosco